• ManancialFitness-Site

Imprimir

Onde está a Arca da Aliança?

Escrito por Matheus Z. Guimarães.

Avaliação do Usuário:
Nº Votos: 0
Pior
Melhor

Um dos maiores desejos de arqueólogos de várias partes do planeta e de várias épocas da história é descobrir o paradeiro da Arca da Aliança. Ao longo da história moderna, várias foram as notícias sobre a descoberta da localização da Arca, mas nenhuma delas pode comprovar sua veracidade. É interessante notar que o desejo audaz de se encontrar a Arca da Aliança não é tão presente na comunidade judaica mundial. Cristãos, muçulmanos e até mesmo nazistas já desembolsaram milhões de dólares em pesquisas e expedições, mas a comunidade judaica parece encarar o fato do desaparecimento da Arca como sendo resultado da soberania de D-us. Mas qual é o verdadeiro interesse em se encontrar a Arca da Aliança? Será que ela ainda existe, ou está aguardando ser encontrada?

Na Torá (Ex 25:10-22) temos a descrição de uma espécie de baú (Arôn, em hebraico), que deveria conter o "Testemunho"  – edut – literalmente "prova", ou seja, objetos usados para se comprovar algum fato. Por isso, os objetos determinados por D-us para estarem dentro da Arca serviam como "prova" da Aliança de D-us com o povo de Israel: As tábuas da Aliança – simbolizando a Aliança de D-us com Israel por intermédio da Torá; – Um pote com o Maná do deserto – simbolizando o poder milagroso de D-us e seu sustento para com a nação de Israel;  e o Bordão de Arão – que representava a escolha da tribo de Levi e da Descendência de Arão para o exercício do sacerdócio (Hb 9:4).

Durante os dias de Moisés e de Josué, a Arca era conservada no Tabernáculo e utilizada em serviços de Adoração. Na travessia do deserto, os sacerdotes a levavam à frente do povo e em algumas batalhas. Ela testemunhava para as outras nações e povos inimigos que o D-us criador dos céus e da Terra possuía uma aliança com o povo de Israel.  Nos dias dos juízes ela se encontrava na cidade de Silo (Shilo – 35Km ao norte de Jerusalém), onde o Tabernáculo foi fixado (Js 18:1). Após ter sido roubada pelos filisteus, a Arca segue para a cidade de Beit-Shemesh e em seguida para Quiriat-Iearim (ISm 6 e 7). Lá ela é entregue a Eleazar, filho de Abinadabe. A casa de Abinadabe fica então responsável pela preservação da Arca. Já nos dias de Davi, o Rei decide por trazer a Arca para Jerusalém, deixando-a na casa de Obede-Edom, um levita da casa de Corá (IISm6:1). O Rei Salomão se encarrega de levar a Arca para o interior do Templo durante a Festa dos Tabernáculos, ao local chamado em hebraico de "Kodesh Há Kadashim" ou Santo dos Santos (IICr 5:2-14). A Arca então permanece no Templo até a invasão de Jerusalém por Nabucodonozor, em 586 a.C. Na ocasião da invasão, o Templo de Salomão é destruído, e grande parte dos utensílios tomados como despojo.

A partir daí especula-se sobre o paradeiro da Arca. Sabe-se que a Arca não foi recolocada no Santo dos Santos durante a reconstrução do Templo por Esdras e Neemias. Quando o imperador Antíoco Epífanes, no século II a.C, invade e profana o Templo em Jerusalém, ele nada encontra no Santíssimo lugar.  Grande parte dos estudiosos bíblicos acredita que a Arca da Aliança foi destruída durante a invasão Babilônica. Mas alguns rabinos, baseados em documentos antigos como a Mishná, crêem que os sacerdotes esconderam a arca pouco antes da invasão de Jerusalém, e que a mesma foi mantida escondida mesmo com o Segundo templo reconstruído, visando preservar sua integridade.

A Mishná (Lei Oral agregada e compilada pelo Rabino Yehuda Há Nissi no séc. II d.C), contém os relatos mais confiáveis sobre a localização da Arca. A Mishná, depois acrescida da Gemara, seu comentário, deu origem ao Talmud. O texto a seguir foi retirado da Mishná, tratado Shekalim 6:

"Era costume se prostrar diante da Arca 13 vezes no santuário. Mas a família do rabino Gamaliel e o Rabino Ananias, o sumo sacerdote, se prostravam 14 vezes, sendo a última vez diante da "pilha de madeira" (*1), pois de acordo com a tradição de seus pais, a Arca da Aliança estava escondida ali (*2). Uma vez, um sacerdote que estava orando no local viu que uma pedra do pavimento estava diferente das outras (*3). Ele correu para contar aos outros sacerdotes e antes de terminar sua fala, caiu morto. Então se teve certeza de que a Arca da Aliança estava escondida ali."

(1) O termo "Pilha de Madeira" se refere ao compartimento onde se guardava madeira para ser usada no altar. Tal compartimento se localizava no Pátio das Mulheres e tinha cerca de 18 m².

(2) Segundo a Mishná, antes de Nabucodonozor destruir o Templo em 586 a.C, a Arca da Aliança foi retirada dali pelos sacerdotes e escondida.

(3) Esta pedra era removível. Ela cobria a entrada de um túnel de 33km que se estendia do Templo até Qumram, nas proximidades do Mar Morto. Este túnel existe até os dias de hoje, mas é inaccessível.

Mas se a comunidade judaica tem conhecimento da localização da Arca, porque não tenta recuperá-la? A resposta é simples: os rabinos dizem que nos temos dos Reis, a Arca se tornou um substituto para D-us. Ao invés de orarem a D-us, os israelitas depositavam sua confiança na Arca, fazendo dela um amuleto. Nestes aspectos, a Arca se tornou um ídolo para os hebreus. D-us é único, e tudo o que se coloca entre Ele e o adorador se torna uma ofensa para o Criador. "Se D-us a tirou de nosso meio, é melhor que continue assim", dizem os rabinos do Instituto do Templo em Jerusalém, "Ele sabe o que faz".

É interessante nos lembrarmos que as profecias sobre a reconstrução do Templo (Ez 40) não listam a presença da Arca da Aliança entre os utensílios. Além disso, o profeta Jeremias, ao profetizar sobre o milênio, afirma que a Arca da Aliança não poderá ser reconstruída: "...nunca mais se exclamará: A Arca da Aliança do Senhor! Ela não lhes virá a mente, não se lembrarão dela nem dela sentirão falta; e não se fará outra." Jeremias continua exortando os Israelitas quanto à idolatria ao Templo e a Arca: "Não confieis em palavras falsas, dizendo: Templo do Senhor, templo do Senhor, templo do Senhor é este." (Jr 7:4).

Em 1992, utilizando-se de sismógrafos e sensores de rádio, os professores Tzvi Ben Avraham e Uri Basson, da Universidade de Tel-Aviv, investigaram o túnel de 33km entre Jerusalém e Qumran. Eles descobriram objetos e compartimentos no decorrer do túnel, mas não puderam confirmar se tais observações representavam a Arca. Uma vez que é impossível adentrar o túnel sem que ele desmorone, a localização da Arca da Aliança continua um mistério.


Ítems mais atuais:
Ítems mais antigos:

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

  • 1
  • 2

Quem somos e qual é a nossa missão?

Quem somos e qual é a nossa missão?

  Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandez...

16 Ago 2017

O que significa Elohim na Bíblia?

O que significa Elohim na Bíblia?

     Elohim é uma palavra hebraica que normalmente significa “Deus”. No entanto, seu significado depe...

07 Ago 2017

Onde está a Arca da Aliança?

Onde está a Arca da Aliança?

Um dos maiores desejos de arqueólogos de várias partes do planeta e de várias épocas da história é descobrir o paradei...

19 Ago 2016

A Festa de Pentecostes - Parte I

A Festa de Pentecostes - Parte I

A quarta Festa do ano é a Festa de Shavuôt, também conhecida como Festa das Semanas ou, simplesmente, Pentecostes. Em ...

03 Jun 2016

Verdadeiro significado da Páscoa

Verdadeiro significado da Páscoa

Representação de um Sêder (jantar) de Pêssach dos dias de Yeshua A Escritura Sagrada, a Bíblia é a única fonte se...

13 Abr 2016

Quem me ama, guarda os meus mandamentos

Quem me ama, guarda os meus mandamentos

A palavra em hebraico para Mandamento é  מִצְוָה (Mitzvá). Ela vem da raíz צִוָּה  "tsivá", que signifi...

05 Abr 2016

O Terceiro Templo

O Terceiro Templo

A questão sobre a construção de um terceiro Templo em Jerusalém está sempre presente em círculos teológicos cristãos e...

30 Mar 2016

меня зовут эрл

Atividades Semanais

  • 3ª Feira
  • 20h - Oração dos Homens
    Manancial de Mulheres
    Instituto Bíblico Manancial
  • 4ª Feira
  • 20h - Oração e Estudo Bíblico
  • 5ª Feira
  • 15h - Reunião de Oração Manancial de Mulheres
    20h - Instituto Bíblico Manancial
  • Sábado
  • 9h30 - Reunião de Oração
    19h - Reunião de Jovens Pacto Jovem
  • Domingo
  • 9h - Escola de Crescimento Cristão
    19h - Culto de Adoração

Quem esta online

Nº de visitantes online: 54

Endereço

QSB 11 AE 11
CEP: 72015 610
Taguatinga Sul
Brasília

Mapa Localização

Fone: 3351 4582

Fale Conosco